UFSJ integra administração do Hospital das Mercês

Novo modelo de gestão irá promover melhorias no atendimento. Governo de Minas dará aporte inicial de R$1,8 milhão

 

Uma nova parceria entre a Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ) e o Hospital Nossa Senhora das Mercês foi firmada. Desde o último dia 18, servidores da UFSJ fazem parte do Conselho Administrativo do Hospital. Os novos membros do conselho, presidido pelo reitor Sérgio da Gama Cerqueira, tem agora o papel de iniciar os trabalhos de integração das atividades do Hospital à formação profissional dos alunos da universidade.

O Governo de Minas Gerais também será parceiro da nova gestão com a liberação de R$1,8 milhão através de uma resolução ao Conselho Municipal de Saúde, como explica o deputado federal Reginaldo Lopes, principal articulador da parceria: “O governador Fernando Pimentel realizou o pagamento de R$1,1 milhão para a UPA, com a contrapartida do prefeito Nivaldo Andrade, que repassou R$300 mil para o Hospital. Agora, o Estado se compromete no repasse de R$1,8 milhão para viabilizar essa mudança na gestão do Hospital, garantindo o pagamento de credores e o custeio da instituição”, explicou.

Com a implantação do novo modelo haverá melhorias no atendimento à população, maior facilidade no acesso a recursos para custeio e manutenção da entidade, além do auxílio na formação de alunos e em atividades de ensino, pesquisa e extensão da UFSJ, como explica o reitor Sérgio Cerqueira.

 

Aline Margotti
Representantes da Arquiconfraria de Nossa Senhora das Mercês, deputados Reginaldo Lopes, Cristiano Silveira e o reitor da UFSJ, Sérgio Cerqueira, em reunião sobre a parceria entre as entidades

Articulação

Segundo o reitor, a parceria é resultado de uma ampla articulação: “o deputado federal Reginaldo Lopes trabalha desde longa data em benefício tanto do Hospital quanto da Universidade e foi ele o grande facilitador desse diálogo, intermediando todas as fases dessa articulação”, aponta. Cerqueira destaca também a participação do deputado Cristiano Silveira. Juntos, “os deputados irão desempenhar também um outro papel fundamental que é viabilizar a captação e a ampliação de recursos que serão investidos para que o Hospital volte a ter condições plenas de funcionamento”, completa.

Para isso, Cristiano Silveira afirma que irão continuar buscando recursos e parcerias. “O Governo de Minas já é um parceiro do Hospital, viabilizando emendas, resoluções e investimentos. Buscamos o apoio também para essa nova etapa e para a ampliação da oferta de serviços para a população. Os benefícios dessa parceria para a cidade e região são imensos e devemos unir esforços de todos os atores para o sucesso dessa ação”.

Sucesso este que irá trazer benefícios para ambas as entidades e principalmente para a população. “Encontramos uma solução para diferentes problemas: do Hospital, que passa por um crítico problema financeiro e da UFSJ, que precisa de um local para complementar a formação dos alunos da área de saúde. Essa união traz melhorias no atendimento e quem mais ganha com isso é a população”, afirma Reginaldo Lopes.

 

O que muda?

Segundo o assessor de comunicação da UFSJ, Bruno Carvalho, a parceria entre as duas instituições não configura uma federalização do hospital. “O que temos é um modelo não muito comum, mas muito importante para os envolvidos, no qual a Universidade passa a participar das decisões administrativas do hospital e assim usará o seu nome para buscar mais recursos juntos aos parceiros para o Hospital das Mercês”, explica.

O professor do curso de medicina, Rodrigo Chávez Penha, agora membro do Conselho Administrativo do Hospital, destaca que este novo modelo é um ganho para toda a região. “A partir de agora estão envolvidos na administração do Hospital profissionais da Universidade que levarão para lá o conhecimento que os torna reconhecidos na Academia”, pontua.

Penha aponta que essa coparticipação garante um aprimoramento no funcionamento do Hospital. “Estudos comprovam que, quando se junta uma instituição de ensino com uma instituição de assistência em saúde, aumentam a qualidade do atendimento, a preocupação com os pacientes e o uso dos equipamentos do hospital, elevando a eficiência, a eficácia e a satisfação das pessoas envolvidas neste processo, como profissionais, alunos e usuários”.

 

BOX

Funcionamento

Segundo nota emitida pelo reitor da UFSJ, Sérgio da Gama Cerqueira, e pelo presidente do Conselho Deliberativo, Pe. Geraldo Magela, os funcionários, médicos e outros profissionais autônomos do Hospital irão continuar a prestar seus serviços. Os novos profissionais que vierem a fazer parte do corpo de funcionários também serão contratados sem que haja necessidade de concurso público. “Os processos de contratação e avaliação contam com mais uma instituição para apoiar e sustentar as boas decisões. Os meios para a contratação continuam os mesmos e poderão ser aprimorados com estudos mais claros sobre o tema”, diz o texto.

A nota emitida ainda ressalta o compromisso da Arquiconfraria de Nossa Senhora das Mercês – responsável pelo Hospital: “continuaremos com as atividades como instituição filantrópica, com seus contratos atuais e quadro de funcionários para servir de base para estudos e melhorias futuras”.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *